"Se aqui vês mais do que"

Loading

loading icon
title

Campanhas de Informação Cidadania e Solidariedade

Campanha “Se aqui vês mais do que” 2003

A campanha Se aqui vês mais do que de sensibilização social da toxicodependência foi lançada pela Dianova em 2003. Esta foi a primeira campanha de sensibilização social e de interesse público sobre drogas e álcool implementada pela Rede Dianova.

É constituída por 6 temas diferentes:

  1. açúcar / cocaína (estimulante – efeitos na saúde).
  2. saco de chá / cannabis (depressor – efeitos na saúde).
  3. papel de alumínio / heroína (depressor – efeitos na saúde).
  4. vacina / drogas injectáveis (efeitos na saúde).
  5. refresco / álcool (depressor – efeitos na saúde).
  6. comprimidos / ecstasy (estimulante – efeitos na saúde).

Foi desenvolvida pro bono pela agência Rapp Collins España. Foi elegido para o efeito um estilo gráfico moderno, universal, evitando a representação de pessoas ou paisagens que pudessem evocar um contexto social ou cultural específico.

As próprias imagens servem para discriminar o público (pessoas 18-40 anos, consumidores e não-consumidores). Relativamente aos que “vêm mais do que…” e os que vêm apenas o aparente: açúcar, vacina, etc.

Desta forma, cada tipo de público recebe a mensagem apropriada. Ou seja, o que melhor fará sentido dentro das suas circunstâncias pessoais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Efeitos directos e indirectos relacionados com uso e/ou abuso de drogas e álcool

O uso / abuso de drogas gera uma diversidade de efeitos a curto e a longo prazo, directos e indirectos. Os efeitos dependem da droga específica ou drogas usadas, como elas são consumidas, quantidade, a saúde da pessoa e outros factores.

Efeitos de Curto Prazo

Os efeitos de curto prazo podem variar desde:

  1. mudanças no apetite, estado de vigília, frequência cardíaca.
  2. pressão arterial e / ou propensão para ataque cardíaco, acidente vascular cerebral, psicose.
  3. overdose e até mesmo a morte. Estes efeitos na saúde podem ocorrer apenas com um consumo (e.g. MDMA / Ecstasy, heroína, LSD).

Efeitos de Longo Prazo

Os efeitos a longo prazo podem incluir doenças cardíacas ou pulmonares, cancros, doenças mentais, HIV / SIDA, Hepatite C e outros. O uso prolongado de drogas pode levar ainda à dependência. A toxicodependência é uma perturbação mental. O consumo de drogas pode mudar o funcionamento de certos circuitos cerebrais.

Essas alterações cerebrais interferem na forma como as pessoas:

  1. experimentam prazeres normais na vida, como alimentos e sexo,.
  2. a sua capacidade de controlar o nível de stress.
  3. a sua tomada de decisão.
  4. a sua capacidade de aprender e de memória, etc.,

Essas mudanças tornam muito mais difícil para alguém parar de consumir a droga, mesmo quando está a ter efeitos negativos na sua vida e quer abandonar o vício.

O uso de drogas pode ainda ter efeitos indirectos tais como:

  1. afectar a nutrição de uma pessoa.
  2. dormir.
  3. tomada de decisão e impulsividade.
  4. risco de trauma, violência, lesões e doenças transmissíveis (HIV, Hepatite C, Tuberculose).

O uso de drogas também pode afectar bebés nascidos de mulheres que consomem drogas durante a gravidez.

Outras consequências negativas mais amplas podem ser detectadas ao nível da educação, emprego, habitação, relacionamentos sociais e envolvimento em actividade criminal.