Subscreva aqui - Newsletter Dianova Portugal

loading icon

Newsletter Dianova Especial #QUITSTIGMANOW 2018

by Rúben Estêvão in Artigo de Newsletter

A campanha “Acabar com o Estigma” lançada pela Dianova a 26 de Junho visa consciencializar para os graves efeitos emocionais, físicos e psicológicos da rejeição social em pessoas com perturbações associadas ao abuso de álcool ou de outras drogas, bem como outras dependências comportamentais, salientando que a dependência não é uma escolha pessoal, mas um problema de saúde pública. #QuitStigmaNow

Newsletter Dianova Jan/Fev 2018

by admin in Artigo de Newsletter

Newsletter Jan-Fev 2018 dedicada à Cooperação Inter-Institucional: visitas institucionais à Dianova e Comunidade Terapêutica Quinta das Lapas – Bispo Auxiliar de Lisboa, Comissão Política Distrital PSD Área Oeste, Projecto internacional SMAPP e Participação Dianova na 61ª Sessão #CND2018 UNODC, 12-16 março, Viena.

Newsletter #3 Dianova SET/DEZ 2017

by admin in Artigo de Newsletter

Newsletter Institucional. Dianova incentiva políticos, empresas e a sociedade a “pintar o mundo de laranja” para combater a violência contra a mulher. Boa Prática Dianova apresentada na 27ª Conferência Mundial IFNGO em Macau: certificação desde 2005 na área de tratamento e reabilitação de toxicodependência de acordo com a ISO 9001.

Newsletter #2 Dianova MAI/AGO 2017

by admin in Artigo de Newsletter

Newsletter Institucional. Boa Prática de Prevenção das Nações Unidas “Mocktails 2017” impacta 5.404 Jovens e Adultos. Profissionais da Suécia visitam Comunidade Terapêutica Quinta das Lapas. Dianova lança campanha sensibilização #EscutePrimeiro em colaboração com as Nações Unidas. Certificação Gestão Qualidade ISO 9001

Newsletter #Listen First 26 Junho

by admin in Artigo de Newsletter

Newsletter Institucional. Por ocasião do Dia Internacional Contra o Abuso de Drogas e Tráfico Ilícito, a 26 de junho, a Dianova e a rede Internacional Dianova associam-se à campanha mundial das Nações Unidas “Listen First”. “Ouvir crianças e jovens com empatia e afectividade pode ajudar a prevenir comportamentos de risco e uso de drogas.”