Notícias de Interesse Dianova Portugal

loading icon

Dez Conselhos para acabar com a Violência Doméstica

20 Nov, by admin in Artigo Contribuído

NoDia Internacional de Erradicação da Violência de Género a 26 de Novembro, a Dianova lança a campanha #2030StopGenderViolence para consciencializar e prevenir esta problemática. Visa ajudar a alcançar a visão da Agenda 2030 em relação à igualdade de género. Em Portugal, a violência doméstica é um crime público Lei n.º 112/2009, de 16/09 (e Lei n.º 129/2015).

Dianova Dependências no Manhãs na TV

05 Nov, by admin in Artigo Contribuído

A Dr.ª Ana Rosália Francisco e Dr.ª Sandra Cardoso, Directoras Técnicas do Tratamento das Dependências e Reinserção Social da Comunidade Terapêutica Quinta das Lapas Dianova estiveram em entrevista no Manhãs na TV, Kuriakos TV. Trocaram impressões sobre como é o tratamento das dependências drogas, álcool, internet e outros comportamentos aditivos.

Revista EXIT® 2018 Benefícios do Tratamento das Dependências

10 Set, by admin in Notícia de Interesse

A 31ª edição da Revista EXIT, publicação corporativa externa online da Dianova Portugal, reúne 29 responsáveis políticos e especialistas de 22 países da Europa, Américas, Ásia e África. O objectivo é disponibilizar uma perspectiva abrangente de que como o Tratamento das Dependências está a ser tratado por Governos, Instituições Internacionais e Civil Sociedade.

Entrevista Dr. João Goulão Dir. Geral SICAD – Revista Exit Dianova

07 Set, by admin in Entrevista

Entrevista Dr. João Goulão, Director Geral SICAD, Ministério da Saúde | “O nosso Modelo de Descriminalização tem sido, de facto, objeto de uma grande atenção e interesse por parte de entidades governamentais e também de profissionais da área e dos media de países como os que refere. Nas visitas explicamos a forma como esta política foi desenhada e implementada.”

Entrevista Dr Joaquim Fonseca DICAD ARSLVT

07 Set, by admin in Entrevista

REVISTA EXIT® | Entrevista Dr. Joaquim Fonseca, Coordenador DICAD, ARSLVT. “Em termos futuros, importa continuar a consolidar a resposta especializada em CAD por parte das Equipas da DICAD, em todos os domínios da Intervenção (Prevenção, RRMD, Tratamento e Reinserção). Aprofundando e estreitando os laços com as estruturas da Saúde Mental do SNS, só assim será possível responder de forma efectiva às reais necessidades das pessoas.”

Entrevista Dr Suzete Frias Directora Regional Saúde Açores

07 Set, by admin in Entrevista

REVISTA EXIT® | Entrevista Dr.ª Suzete Frias, Directora Regional de Prevenção e Combate às Dependências, Secretaria Regional de Saúde, Governo Regional dos Açores | A Região Autónoma dos Açores apresenta prevalências de consumos aditivos superiores às observadas a nível nacional. Torna-se importante compreender se existem variáveis regionais especificas que justifiquem estas diferenças.

Dianova apresenta o seu mais recente vídeo institucional

04 Set, by admin in Video

Dianova uma ONG ao serviço do desenvolvimento pessoal e integração social. Todos nós conhecemos os benefícios do trabalho em equipa. Por que não colocar, assim, o poder das pessoas a trabalhar juntas em prol de desafios mais complexos, como a violência, dependências, pobreza ou educação? Esta é a convicção que nos move na Dianova.

Dianova renova Certificação do Sistema de Gestão da Qualidade

04 Set, by admin in Artigo Contribuído

A Dianova Portugal renova Certificação do Sistema de Gestão da Qualidade na área do Tratamento e Reinserção na Comunidade Terapêutica Quinta das Lapas. Em 2005, foi a primeira unidade de saúde na área das dependências a obtê-la. Os Indicadores são a garantia da melhoria contínua ano após ano: 94% Satisfação Cliente e 89% Recomendação do Serviço. A SGS confirmou a renovação, bem como a transição para a ISO 9001:2015.

Estigmatização de pessoas com perturbações do abuso de substâncias

06 Ago, by admin in Artigo Contribuído

Cerca de 31 milhões de pessoas que consomem drogas sofrem de perturbações relacionadas com o consumo, o que significa que o seu consumo é prejudicial ao ponto de necessitarem tratamento. Se pudéssemos remover o estigma, a culpa e a vergonha da equação, seria mais fácil para as pessoas fazerem uma avaliação realista do seu problema e discuti-lo abertamente com o seu médico.