Tratamento de Dependência de Droga - Dianova - Tratamento de Toxicodependência | Comunidade Terapêutica para toxicodependentes

loading icon
title

Tratamento da Dependência de Droga Serviços

A Problemática da Dependência de Drogas ou Substâncias Psicoactivas

Tratamento de Dependência de Droga - ligue-nos

A toxicodependência descreve-se como o uso continuado de uma substância que altera o estado de ânimo ou conduta apesar das consequências adversas. Como saber se alguém necessita de tratamento de dependência de droga? Quando alguém experimenta um desejo incontrolável de consumir substâncias psicoactivas e o sentimento de que não consegue funcionar sem elas? Essa pessoa pode sofrer do que se denomina transtorno por dependência de drogas.

O consumo de substâncias psicoactivas tem distintos efeitos sobre a percepção, o pensamento, o estado de ânimo ou as emoções. E uma diferente capacidade para produzir dependência, com significados diferentes para quem as consome.

Heroína, cocaína, metanfetaminas, haxixe / cannabis, antidepressivos, analgésicos, derivados opiáceos, drogas sintéticas ou novas substâncias psicoactivas (NPS, como fentanyl). Encontram-se na lista habitual de uso / abuso de drogas lícitas e ilícitas.

É comum o consumo de substâncias psicoactivas obrigar os utilizadores a um tratamento de dependência de droga.

“Sabia que o consumo de drogas influencia negativamente a vida do próprio e daqueles que o rodeiam?”

Com um acompanhamento adequado e especializado, e com uma equipa de referência, poderá dar um novo rumo à sua vida.

O Tratamento de Dependência de Droga Resulta

Se este é um dos problemas que pretende ultrapassar, focalizando-se numa recuperação orientada à abstinência, a Dianova pode ajudá-lo. O nosso programa intensivo e  e individualizado para tratamento de dependência de droga, focaliza-se na concretização das suas aspirações, bem-estar e realização pessoal.

O nosso objectivo é oferecer-lhe um tratamento em regime residencial com uma diversidade de serviços, baseado em evidências científicas e com uma certificação de qualidade.

Em 2017, os resultados alcançados a nível da nossa intervenção assentam na melhoria da eficiência e adequação do Sistema de Gestão da Qualidade ISO 9001:2015. Destacam-se: a melhoria da gestão dos recursos, o compromisso e a motivação da Equipa.

Por outro lado, os Indicadores de Qualidade reflectem a percepção positiva por parte dos Beneficiários, ao verem as suas necessidades e expectativas cumpridas.

Por último, consubstanciam o incremento da fiabilidade e credibilidade dos serviços por parte das Famílias. E da confiança e reputação pelas Entidades Públicas.

Tratamento de Dependência de Droga - taxa de retenção da comunidade terapêutica

O Nosso Programa de Tratamento de Dependência de Droga

A Comunidade Terapêutica Quinta das Lapas é um centro profissional para o tratamento das adicções. Oferece a possibilidade de superar a dependência do álcool, drogas e/ou jogo num ambiente natural privilegiado.

O nosso Centro de tratamento oferece:

> Um programa terapêutico individualizado e flexível, adaptado ao perfil de cada residente

> Uma atenção qualificada a cargo duma equipa de profissionais nas seguintes áreas: Medicina geral, Psiquiatria, Psicologia, Serviço Social, Educação Social, entre outros.

> Um “ambiente familiar” em que a proximidade entre a equipa e o residente converte-se na nossa senha de identidade.

> Uma intervenção integral e coordenada em todas as áreas implicadas no complexo problema das adicções: psicológica, médica, sociofamiliar.

> Instalações confortáveis e acolhedoras com amplas zonas ajardinadas e instalações desportivas próprias.

Tratamento de Dependência de Droga - visite a comunidade terapêutica

Programa Intensivo e Individualizado de Tratamento da Dependência de Droga

O nosso programa terapêutico para a dependência de droga focaliza-se nas necessidades individuais. Oferece uma abordagem cognitivo-comportamental, com um enfoque biopsicossocial. Através desta, procuramos que o indivíduo tome consciência acerca do seu problema de toxicodependência.

De seguida e ao longo do tratamento de dependência de droga, pretende-se que obtenha:

  1. novos processos de aprendizagem
  2. recupere a sua autoestima
  3. adquira sentido da responsabilidade
  4. e maior autodomínio, potenciando os seus próprios recursos e capacidades.

Em contexto residencial, combinamos as relações interpessoais, os processos de ressocialização dos Utentes com técnicas terapêuticas e intervenções educativas diversas. O objectivo é promover uma recuperação integral e orientada à abstinência.

A Vida Antes – Durante – Após o Tratamento de Dependência de Droga

Para perceber melhor como intervimos, ilustramos com o Antes – Durante – Após. As premissas do nosso programa de tratamento de dependência de droga baseiam-se:

1. ANTES do programa em Comunidade Terapêutica

> Desconexão com o Outro. Consumos como solução habitual face a sentimentos esmagadores. Ou como escape das expectativas de familiares ou amigos. Consumir para resolver problemas de regulação de conduta, de identidade ou de integração.

2. DURANTE o tratamento em Comunidade Terapêutica

> Ao entrar na CT e começar a viver com o grupo de pares de acordo com as regras do programa, os Utentes iniciam a sua reconexão com o Outro. Iniciam a gestão dos seus sentimentos e emoções, a resolução de problemas de regulação de conduta, o sentimento de reconhecimento de quem “sou”. E a ultrapassagem das formas habituais de interacção.

3. APÓS o tratamento em Comunidade Terapêutica

> “Mudei 100%”. Através da estrutura narrativa obtida sobre quem são e pelo que passaram, os Utentes tornam-se capazes de lidar com experiências de forma positiva. Da regulação da conduta de mudança sobressai a importância de falar verdadeiramente acerca da prevenção de recaída. Mudança de percepção de Si e em relação a outros. Desejo de viver: ter um apartamento, começar a trabalhar, pagar as contas, regressar à escola…

Para este efeito apostamos:

Na abstinência em contexto saudável: o restabelecimento do equilíbrio físico e psicológico inicia-se pela abstinência de substâncias em ambiente protegido;

Na análise comportamental: partindo do pressuposto de que cada comportamento tem consequências específicas e tem subjacentes expectativas cognitivas e sociais.

Na pedagogia da vida quotidiana: participação em actividades ocupacionais, responsabilização de tarefas da vida diária, gestão saudável dos tempos livres. Pretende-se promover a reestruturação e organização pessoal e o descobrir de outras actividades que suscitem satisfação pessoal.

No acompanhamento psicológico: pela participação em grupos terapêuticos e psicoterapia individual promovemos o desenvolvimento cognitivo, emocional e relacional, trabalhando estratégias de prevenção de recaída.

TESTE Avalie o seu Estado de Dependência de Droga (Toxicodependência)

Os resultados deste auto-teste não constituem um diagnóstico fidedigno de dependência e devem ser utilizados apenas como um guia para a compreensão do seu uso de drogas e os potenciais problemas de saúde envolvidos. As informações fornecidas aqui deverão ser complementadas com uma avaliação completa por um profissional de saúde, com vista ao aconselhamento do tipo de programa de tratamento.

Saiba mais sobre os Problemas causados pelo Consumo de Drogas

A  principal conclusão do Relatório Mundial 2017 da UNODC é que 250 milhões de pessoas (5% da população mundial) consumiram drogas em 2015.

  1. E mais preocupante é o facto de 29,5 milhões desses utilizadores sofrerem de distúrbios diversos relacionados com o consum0 de drogas.
  2. O Relatório evidencia que o seu uso é prejudicial e quem se torna dependente carece de tratamento.
  3. Mortes prematuras, overdoses, elevada prevalência de doenças infecciosas como HIV ou Hepatite C e outras co-morbilidades são riscos associados a esta problemática.
  4. Afecta gravemente os consumidores, suas famílias, comunidades e sociedade em geral.
  5. E contribuem para o aumento dos custos sociais e de saúde pública.

Na Europa

Na Europa, com 35,8 milhões de consumidores (população 15-64 anos) a situação permanece igualmente alarmante (Relatório EMCCDA 2017).

  1. Apesar das infecções por HIV terem diminuído, representam ainda um problema significativo em matéria de saúde pública.
  2. Têm ocorrido surtos recentes em algumas populações vulneráveis e entre os consumidores de estimulantes injectáveis e novas substâncias psicoactivas.
  3. Os opiáceos sintéticos cada vez mais potentes e acessíveis apresentam elevados riscos para a saúde.

Em Portugal

A nível nacional, o Relatório do SICAD 2017, revela que 31% dos indivíduos com uma idade igual ou superior a 18 anos já tinha experimentado algum tipo de substâncias ilícitas.

  1. A cannabis (9,4%), o ecstasy (1,3%) e a cocaína (1,2%) foram as substâncias ilícitas preferencialmente consumidas pelos portugueses
  2. As novas substâncias psicoactivas com 0,4%.
  3. Cerca de 0,7% da população de 15-64 anos e 1,2% da população jovem adulta apresentaram sintomas de dependência do consumo de cannabis.